Alcóolicos Anônimos - Bahia - Área 26

História do A.A.

Grupos Oxford

Tem somente o caráter de informar historicamente a sequência dos acontecimentos.

Este um esforço para montar uma seqüência dos vários acontecimentos que se sucederam nos anos de 1908 a 1935 que fizeram possível a reunião em Akron, Ohio entre os fundadores de AA, o Dr. Bob Smith e Bill Wilson, e que resultou no subseqüente nascimento de Alcoólicos Anônimos. É uma coletânea de fatos recolhidos das seguintes publicações:

a.. Alcoholics Anonymous

b.. AA Comes of Age

c.. Pass It On

d.. Dr. Bob and the Good Old Timers

e.. Not God (by Ernest Kurtz)

f.. For Sinners Only (by A.J. Russell)

g.. On the Tail of a Comet (by Garth Lean)

h.. Akron Genesis of Alcoholics Anonymous (by Dick B.)

i.. The Oxford Group & Alcoholics Anonymous (by Dick B.)

Você conhece algum desses nomes?

Frank Buchman--Sam Shoemaker--Rowland Hazard--Jim Newton--Eleanor Forde--Ebby Thatcher--Shepard Cornell--Henrietta Seiberling--Rev. Walter Tunks--Norman Shepherd--Russell Firestone--T. Henry & Clarace Williams?

Todas estas pessoas foram importantes num cenário que contribuiu para que fosse possível essa reunião histórica na Gate House of the Seiberling em Akron que foi o lugar de nascimento de Alcoólicos Anônimos. Se não fosse por estas pessoas, essa reunião nunca podia ter acontecido, e o companheirismo que vive hoje entre todos nós nunca existiria.

Onde os passos se originaram?

Em "AA Comes of Age" , (p.39), Bill escreveu:

"AA no seu início recebeu é idéias de autoconhecimento, reconhecimento de defeitos de caráter, reparação para dano causado, e trabalhando com outros diretamente dos Grupos de Oxford e diretamente de Sam Shoemaker, o primeiro líder desse grupo na América, e em nenhum outro lugar.

" Começaremos esta história com o relato de Frank Buchman, o fundador do Grupo de Oxford. Verá como foram traçados os caminhos de Dr. Bob e Bill Wilson anos antes de eles se encontrarem, como o Grupo Oxford e o supracitado molde de caráter atuou nessa fase e como foi que Bill Wilson chegou a Akron.

FRANK BUCHMAN E O OXFORD

O que era o Grupo Oxford?

Em 1908, um secretário da YMCA chamado Frank Buchman teve uma transformação espiritual que mudou sua vida. Ao graduar-se em junho desse ano, ele fundou uma igreja na Philadelphia (Church of the Good Shepherd) com uma doação de dezessete dólares. A igreja prosperou, e começou um asilo para jovens que se espalhou para outras cidades, e então ele começou um novo projeto. Frank teve nessa ocasião uma discussão violenta com o comitê gestor porque cortaram o orçamento e a cota de alimento.

Renunciou e foi para a Europa, acabando por parar numa grande Convenção Religiosa em Keswick, Inglaterra. A transformação espiritual ocorreu quando ouviu uma conversa da mulher do orador sobre a cruz de Cristo. Sentiu o abismo que o separava de Cristo, e um sentimento que não pode suportar. Voltou a sua casa e escreveu estas palavras a cada um dos seis procuradores na Philadelphia:

"Meu caro amigo. Guardei rancor de você. Sinto muito. Você me perdoará? Sinceramente, Frank."

Sobreveio um sentimento forte um desejo compartilhar esta experiência. Quando foi à Universidade de Oxford formou um grupo evangélico entre os líderes de estudante e atletas.

Com o tempo esse movimento se alastrou, e nos próximos vinte anos outros grupos formaram-se na Inglaterra, Escócia, Holanda, Índia, África do Sul, China, Egito, Suíça, América do Norte e a do Sul. Praticaram rendição absoluta, direção de suas vidas por um Espírito Santo, compartilhar experiências, companheirismo, mudança de vida, fé e oração. Apontaram para padrões absolutos de Amor, Pureza, Honestidade, e eliminação do total do egoísmo, que foram introduzidos nos primeiro grupos de AA em Akron e Cleveland e Nova Iorque. Acima de tudo no grupo existia um companheirismo: "O Companheirismo Cristão do Primeiro Século." Levavam sua mensagem agressivamente aos outros. Reuniam-se em igrejas, universidades, e lares.

O Grupo de Oxford e seus princípios foram levados aos Estados Unidos de modo que existiam em ambas as cidades de Nova Iorque e Akron, quando Bill Wilson e Dr. Bob Smith encontraram-se usavam seus respectivos bottons. Estes dois grupos amparariam e ensinariam seus princípios aos nossos co-fundadores, que ingressam nos grupos de fledgling como Dry Drunk (bêbado seco) e Anonimous Drunk (bêbado anônimo), e ingressaram praticamente na mesma época.

Como o Grupo de Oxford chegou aos Estados Unidos?

Um já membro dos Oxford, Ken Twitchell, freqüentou a Universidade de Princeton e tinha um irmão na Cidade de Nova Iorque que era um precursor na Igreja de Episcopal do Calvário. Essa é uma das muitas coincidências. Em 1918 durante suas viagens, Frank Buchman encontrou um trabalhador jovem da YMCA, Sam Shoemaker , na China e o converteu aos princípios do Grupo de Oxford. Anos mais tarde, Sam tornou-se o ministro dessa Igreja do Calvário em Nova Iorque, e essa mesma igreja tornou-se o quartel general titular para o Grupo de Oxford nos Estados Unidos. (O nome foi mudado em 1928 de "Companheirismo Cristão do Primeiro Século" para "Grupo de Oxford.")

A popularidade dos grupos chegou ao ponto máximo durante este período. Havia 10.000 pessoas em uma reunião em Stockbridge nas Montanhas de Berkshire. As equipes de abordagem começaram a ter seus "representantes em várias cidades".

Em 1931 em Inglaterra, um redator de jornal de Londres, A. J. O Russell, ajudou um Grupo de Oxford com a intenção de pulgar o grupo. Depois escreveu, "Vim como um observador e tornei-me um convertido!" (Russell mais tarde editou "Deus Chamando", que pode ser visto no meio do material usado pelos primeiros AAs.) Uns 9 anos mais tarde, em 1940, Richmond Walker of the Quincy, grupo de Massachusetts escreveu o livro 24 horas ainda hoje usado por nós. Isto foi feito depois que Russell escreveu "Deus Chamando " mas foi modelado longe do tema espiritual. O livro do Russell," For Sinners Only", descreveu sua viagem de filho pródigo ao Grupo de Oxford e tornou-se um best seller em 1930 na Inglaterra e nos Estados Unidos, e foi impresso em oito idiomas.

Um capítulo do livro foi dedicado à Igreja Episcopal de Calvário da Cidade de Nova Iorque aonde é reitor, Sam Shoemaker . A Igreja de Calvário tornou-se o quartel general Americano para o Grupo de Oxford durante os anos 30. E estava lá, (na missão da igreja), aquele amigo de Bill Wilson, Ebby Thatcher, que presenciou os últimos momentos de bebedeira de Bill.

COMO A MENSAGEM CHEGOU A BILL W.

Em 1932 e 1933, um homem chamado Rowland Hazard, filho de um Senador e proprietário bem sucedido de um engenho da Ilha de Rhode, tinha tornado-se um Alcoólico sem esperança, e foi procurar ajuda com um psiquiatra de fama mundial, Carl Jung. Jung falou que não havia nenhuma esperança para ele ali, que voltasse para casa e que talvez encontraria essa ajuda em algum grupo religioso. Foi o que fez ingressou no Grupo de Oxford nos Estados Unidos e tornou-se sóbrio. Ensinaram -lhe certos princípios que ele aplicou a sua vida. Este relato está documentado por Ed no Livro Azul.

Em 1934, Ebby Thatcher, amigo de infância de Bill Wilson, estava para ser preso como um bêbado crônico em Bennington , Vermont. Foi visitado por três homens de um Grupo de Oxford; Shep Cornell, Rowland Hazard, e Cebra Graves. (Num trabalho precursor do nosso 12 Passo!) Eles posteriormente enviaram sozinho Rowland Hazard para ver Ebby. Agiu como um tipo de padrinho e contou seu relato. Ensinou os preceitos que ele tinha aprendido para Ebby no Grupo de Oxford. Mais tarde, como sabemos, em dezembro desse ano, Ebby teve sua oportunidade de transmitir estes preceitos para Bill Wilson. Aqui estão esses preceitos, transcrito de uma fita de uma das conversas de Bill sobre A.A.:

a.. Admitimos somos impotentes.

b.. Seremos honestos conosco mesmos.

c.. Falaremos sobre isso com outra pessoa.

d.. Faremos reparação a quem prejudicamos.

e.. Levaremos essa mensagem a outros de graça.

f.. Oramos a um Deus que nós o entendemos.

Agora começaremos a ver os acontecimentos em Akron e na área de Nova Iorque no período de dez ano anterior ao início de AA. Veremos como, pelo mecanismo do Grupo de Oxford e seus principais líderes, Frank Buchman e Sam Shoemaker, as sucessões dos acontecimentos possibilitaram tornar possível a reunião entre Bob e Bill em Akron em 1935. Shep Cornell, Rowland Hazard, e Cebra Graves eram três membros de Grupo de Oxford. Faziam parte da equipe de abordagem que trabalhavam ao redor do país em várias cidades. Em novembro de 1934, Ebby entregou sua vida a Deus na Igreja de Episcopal de Calvário por intermédio de Sam Shoemaker . (Sam tinha encontrado Frank Buchman na China em 1918, e por volta de 1934 era considerado como um líder importante do movimento Grupo de Oxford nos Estados Unidos e mantinha seu quartel general.) O Ebby ingressou nessa missão. Bill W. vai até lá bêbado procurando por Ebby, não o achou, e vai ao Towns Hospital.

Bill Duval recorda em uma carta, "Bill W. contou-nos que ele tinha ouvido que Ebby, no domingo anterior na Igreja de Calvário, tinha testemunhado que com a ajuda de Deus ele tinha ficado sóbrio alguns de meses". Bill disse que se Ebby pode receber ajuda aqui, então ele (Bill) também pode. Bill pareceu-nos próspero comparado com os freqüentadores normais daquela missão, (realmente, usava um terno da Brooks Brother's comprado numa revista por $5.00!), então concordamos que ele fosse ao Towns Hospital onde Ebby e outros do grupo estavam a fim de poder conversar com ele.

Depois de sua experiência espiritual em Towns Hospital, Bill imediatamente tomou uma decisão tornar-se muito ativo no trabalho do Grupo de Oxford, e assim traria outros Alcoólicos do Towns Hospital ao grupo. Frequentou as reuniões da missão Grupo de Oxford e o hospital diariamente por quatro ou cinco meses, direto até chegar a viagem de Akron. Ninguém por ele abordado permaneceu sóbrio.

BILL W. E O TRABALHO DE GRUPO OXFORD

(Jim Newton entra a cena)

Rowland Hazard, que abordou Ebby em agosto de 1934, teve uma doutrinação completa nos ensinos do Grupo Oxford e passou muito destes ensinamentos aprendidos a Ebby e a Bill W. Então depois desse acontecimento de Towns Hospital no final de 1934, Bill e o resto do contingente Alcoólico do Grupo de Oxford iniciaram uma reunião na Cafeteria do Stewart em Nova Iorque transformando-a numa reunião regular. Shep Cornell, então um membro da equipe de abordagem do Grupo de Oxford que incluíam Rowland, Sam Shoemaker , e Hanford Twitchell, era também recuperados. Lois Wilson falou de presença regular nas reuniões do Grupo de Oxford de Bill, Shep, e Ebby. James Houck, e membros não alcoólicos do Grupo de Oxford como Frederick , Maryland, declarando que Bill W. foi a muitas reuniões do Grupo de Oxford no Francis Scott Key Hotel em Frederick e que sempre o tema central era alcoolismo. Ele estava obcecado com a idéia de transmitir a mensagem. A conclusão é que Bill teve um largo conhecimento nos círculos do Grupo de Oxford, não apenas confinado a Sam e a Casa do Calvário. Bill contou a Houck que trabalhou com 50 bêbedos nos primeiros 6 meses sem nenhum êxito. A Casa de Calvário era a residência do Sam e continha uma livraria de Grupo de Oxford. A Missão de Calvário estava em outra localização, no distrito de "gas house". Milhares das pessoas compareciam à missão onde conseguiam alojamento, refeições, e reuniões de Grupo de Oxford todas as noites. Tex Francisco era seu superintendente em 1934 quando Bill apareceu por lá.

Agora entra em cena o homem que muito provavelmente foi o responsável pela reunião fatídica de Akron entre Bill e o Dr. Bob. Jim Newton.

Essas situações circunstanciais surpreendentes serão mostradas a seguir:

Jim com 20 anos de idade era um vendedor de malas em Nova Iorque e tempos atrás encontrou um Grupo de Oxford acidentalmente (realmente, procurava pertimento e jogos naquela noite!) Quando estava em Massachusetts em 1923 quando tinha 18 anos de idade. Foi convertido numa festa, e a partir daquele instante deixou que Deus controlasse sua vida. Encontrou uma senhora chamada Eleanor Forde que o influenciou fortemente dentro do movimento. (Ele e Eleanor casaram-se 20 anos mais tarde em 1943.)

Vários entrelaçamentos e voltas de destino colocaram Jim Newton em Akron, Ohio que instalou lá o modelo de reforma de caráter. que era tanto um Grupo de Oxford como uma missão do Grupo de Oxford. Conversaremos sobre as relações entrelaçadas de Henrietta Seiberling, o Dr. Walter Tunks , Harvey e Russell Firestone, Sam Shoemaker, Frank Buchman, T T. Henry and Clarace Williams, e Anne e o Dr. Bob Smith.

Jim Newton foi a Ft. Myers, Florida em 1926, estava com 21 anos, visitar seu pai, e eles compraram uma área de 35 acre de terras em frente à propriedade Thomas Edison. Jim Newton tornou-se como um filho adotivo do Sr. e Sra. Edison, e freqüentador assíduo das grandes festas e aniversario dos Edison que recebiam pessoas famosas como Henry Ford, Harvey Firestone, e muitos líderes mundiais famosos, pessoas de negócio e personalidades.

Aqui se inicia uma circunstância que preparou o caminho para Akron, Ohio. Sr. Harvey Firestone, oferece a Jim um trabalho como secretário na Firestone Tire and Rubber Company em 1926, e leva para Akron, Ohio colocando-o numa residência no Portage Country Club ao lado à Propriedade da Firestone. O Jim trabalhou para Firestone onze anos e estava sendo preparado para ser o presidente da companhia quando renunciou e foi dedicar-se exclusivamente aos Grupos Oxford. O clérigo da Firestone era Rev. Walter Tunks. O Jim uniu-se Tunks na igreja e tornou-se ativo no comitê de comitê de aniversário e festas.

O Jim tinha estado em Nova Iorque para ver a luta entre Jack Dempsey e Gene Tunney. Foi quando confessou a Frank Buchman que sua vida estava em tumulto e ele estava pensando em desistir de tudo e sumir. Buchman enviou-o para se encontrar Sam Shoemaker na Igreja de Calvário quando ele fez uma confissão a Sam nos moldes do Grupo de Oxford (Quinto Passo de A.A.) e então depois disso foi convidado a unir-se um das equipes de abordagens do Grupo de Oxford.

Essas equipes de abordagem eram grupos de homens que faziam tentativas para converter outros ao método de espiritualidade do Grupo de Oxford. Jim freqüentemente encontrou com o Shep Cornell e Rowland Hazard. Encontrou T. Henry e Clarace Williams, marido e mulher membros do Grupo de Oxford de Akron e membros da Walter Tunks. A equipe de abordagem distribui-se em festas, nos hotéis e clubes em várias cidade. Em janeiro de 1933, Frank Buchman , liderando uma equipe de trinta homens e mulheres, foram a Akron para numa primeira etapa para darem testemunhos no Mayflower Hotel e nas igrejas de Akron, e iniciar as pessoas nas experiências do Grupo de Oxford. Aqui nós claramente podemos ver claramente o trabalho de Jim Newton no comitê de festas e aniversário com Firestone e a Igreja Episcopal de Tunks influenciar na escolha de Akron como o local deste esforço, antes que alguma outra cidade. Tivesse Jim não sido membro de equipa de abordagem em Akron, muito provavelmente que Buchman jamais teria escolhido esta cidade, bastante desconhecida, pequena, como um lugar para colocar seus esforços de evangelização. O Jim era o porta-voz que introduziu Buchman definitivamente nos meios sociais nessa semana em Akron.

Faltam aparecer em cena, entretanto, Henrietta Seiberling, Anne e Bob Smith, T. Henry e Clarace Williams.

Quando Jim chegou a primeira vez em Akron foi recepcionado pela família Firestone , e tornou-se rapidamente amigo de um dos filhos, Russell (Bud) Firestone. O Bud tinha um problema sério com bebidas e já tem sido enviado a vários hospitais a nada resolvia. Jim foi com Bud tentar novamente numa clínica, Hudson River em Nova Iorque, e permaneceu lá num programa de 30 dias. Então levou Bud a uma Conferência Episcopal em Denver a que as pessoas do Grupo de Oxford tinha sido convidadas. No trem depois do Encontro, ele teve a chance apresentar Bud a seu velho ministro do Grupo de Oxford, Sam Shoemaker . Ficando só com Sam, Bud rendeu sua vida a Deus, num vagão privativo do trem. Sua vida mudou, e suas situações na família e no casamento foram restabelecidas.

"Agora Akron estava no lugar onde AA seria fundado. Jim Newton tinha ajudado a trazer à cidade a mensagem de Grupo de Oxford através de seu amigo de Alcoólico, Bud Firestone. A mensagem levou a uma recuperação "milagrosa" Bud. A mensagem e a recuperação foram transmitidas a uma comunidade interessada por um pai agradecido, Sr. Harvey, Firestone e por notas na imprensa."

Clarace Williams estava lá, e uniu-se o Grupo de Oxford junto com T. Henry Williams, e começaram assistindo as reuniões regularmente. Ao mesmo tempo, uma senhora chamada Henrietta Seiberling, a esposa de John Seiberling da Seiberling Tire and Rubber Company, achou se com problemas conjugais pessoais, e separou de seu marido. Veio ao Grupo de Oxford e assistiu as primeiras reuniões no Hotel de Mayflower. Foi acompanhada de uma mulher chamada Anne Smith, a esposa de um conhecido cirurgião de Akron que estava em problemas com a bebida.

Os personagens agora assumem seus papéis. Uma família missionária bondosa, os Willians, ficaram impressionados com a mensagem de Grupo de Oxford, ofereceram seu lar para um ponto de encontro. Uma senhora compassiva chamada Henrietta Seiberling, que tinha dominado alguns princípios de grupo de Oxford, teve a visão de que com os princípios bíblicos ajudaria seu bom amigo, o Dr. Bob Smith, no seu problema com a bebida. Adicione a esta mistura os esforços de Anne a esposa, arrumaram livros e leituras espirituais, princípios da Bíblia, o Grupo de Oxford, e vários outros escritos cristãos, e orando para uma solução para seu marido aparentemente sem esperança com a bebedeira. Com seu talento como cirurgião o Alcoólico tornou-se o foco de todos estes esforços. Fez muita leitura espiritual, assistiu muitas reuniões, mas permanecia bêbado.

Agora como tudo se converge, e este relato se funde aos fatos que todos sabemos através de nossa literatura de AA.

Dentro dessa cena chegando de uma "rum hound" de Nova Iorque, na qual Bill Wilson e Henrietta Seiberling sentiram-se guiados por Deus. Bill tinha recuperado da sua doença, e ficou determinado permanecer sóbrio ajudando outro bêbado. O "rum hound from New York", (na própria descrição de Bill quando fez a ligada fatídica a Henrietta), "somente aconteceu" para trazer para Akron algumas soluções até agora nunca aplicadas em nenhum lugar e especialmente para uma única pessoa.

1.. Algum conhecimento importante sobre a doença de alcoolismo acumulado pelo trabalho de o Dr. Silkworth em Towns Hospital em Nova Iorque.

2.. Uma solução espiritual importante para o problema foi passada por Dr. Carl Jung a Rowland Hazard e então para Bill por Ebby Thatcher.

3.. Uma validação desta solução espiritual pelos estudos eruditos do Professor de William James.

4.. Uma ligação entre o problema de alcoolismo, e esta solução esse Deus podia e resolveria o problema se um relacionamento for mantido com Ele, por usar o programa prático do Grupo de Oxford de ação, que era já provado pelos resultados experimentado por Rowland e Ebby quando seguiram o programa de Grupo de Oxford.

Em Akron, T. Henry e Clarace Williams e Henrietta Seiberling assistiam reuniões de Grupo de Oxford no Hotel de Mayflower e em toda parte. O Dr. Bob Smith também assistiu com sua esposa, Anne. Ele negava assumir publicamente seu problema, e continuava bebendo. Henrietta sugeriu a T. Henry se seria possível fazer uma reunião menor mais privada para que Dr. Bob pudesse sentir-se mais a vontade e com mais tranqüilidade e fosse capaz de fazer uma confissão no estilo de Grupo de Oxford (Nosso Quinto Passo), e um compromisso a sobriedade. O lar do Henry foi escolhido para esta reunião especial e estas reuniões começaram numa quarta-feira em abril de 1935 - um mês antes de Bill Wilson chegar a Akron. Estas reuniões normalmente foram dirigidas por Henry T. , Henrietta, ou Florence Main, e em uma destas o Dr. Bob seria capaz de confessar que ele era um beberrão e que precisava de ajuda e que não conseguia parar. Isto era o mesmo lugar que tornou-se o lar ao " about to begin" Alcoholic Contingent of the Oxford Group.

Nós agora podemos ver como todos estes acontecimentos contribuíram para colocar o Dr. Bob e Bill numa reunião no lar de Henrietta Seiberling na propriedade da Gate House of the Firestone, e tornou possível se fundar Alcoólicos Anônimos.

AKRON - 11 de maio, 1935

Nós não conseguimos achar nenhuma referências em qualquer lugar que indicasse que Bill Wilson considerou ou fez qualquer esforço ciente para localizar um membro de Grupo de Oxford quando fez sua ligada de desespero no Hotel de Mayflower em Akron. Henrietta Seiberling escreveu como segue:

"Bill olhou para a sala de cocktail. Bem, eu apenas entrarei e ficarei bêbado e será o fim para tudo isso!"

Em vez disso , tendo estando cinco meses sóbrios no Grupo de Oxford, ele fez uma oração. Virou seu olhar uma placa de guia dos ministros e uma coisa estranha aconteceu. Pôs o seu dedo em um nome -- O Rev. Tunks. que era ministro da Harvey Firestone, e Firestone era quem tinha trazido Buchman e trinta membros de Grupo de Oxford a Akron para os dez dias em gratidão pela ajuda dada a seu filho, Russell, um bêbado.

Pelo ato de gratidão desse pai, esta corrente inteira começou.

Pesquizado e Traduzido pelo CAI - SP